Followers

Google+ Followers

Friday, May 30, 2014

Aaron McCollum : Golfo de Aden Projeto Seagate





Camelot logo
Aaron McCollum:
Transcrição da entrevista


Aaron McCollum

27 de janeiro de 2010


About Aaron McCollum:

Aaron McCollum is a third generation member of Project Talent, the MKUltra program used to develop psychic warriors and supersoldiers by the secret government. He is coming forward to speak about the Stargate in the Gulf of Aden and the information he is getting in this regard from secret sources, his own intuition and his conclusions based upon research.



Aaron McCollum : Golfo de AdenProjeto Seagate

Los Angeles, janeiro de 2010



aaron
Aaron McCollum é um atirador direto muito brilhante que está vindo para apresentar-se neste momento com a intenção de aumentar a consciência sobre o que ele acredita que está acontecendo no Golfo de Aden.

Ele se considera um "membro da terceira geração do Projeto Talento MKUltra", o mesmo projeto que Duncan O'Finioan e Dave Corso fizeram parte. Especificamente, ele esteve envolvido desde muito jovem em um programa altamente secreto chamado Projeto Seagate. Mais sobre este estará em uma segunda entrevista. Ele é um ex-líder de uma unidade especial para da Guarda Costeira dos E.U. e está se apresentando com grande risco, porque ele acredita firmemente que o momento de falar é agor


Kerry Cassidy (KC): É muito interessante o que está acontecendo, porque as pessoas estão se ligando por todo o planeta.

AARON McCOLLUM (AM): É. 

KC: E somos todos parte disso. Quem sabe onde isso vai levar a todos nós, você sabe, eventualmente...

AM: As pessoas estão acordando aos milhares. Na noite passada estava conversando com um cavalheiro, veterano do Vietnã, que havia servido durante o mesmo tempo que meu pai e Dave Corso tinham servido. Isso é quase... Eu não sei se lhe disse que o meu pai e Dave serviram um com o outro. 

KC: [risos] É. Eu sei, há tantas sincronicidades que estão acontecendo.

AM: É.

KC: Então, quero dizer, que é completamente bizarro. Não só você está conectado a Corso e Duncan, mas seu pai está ligado a Corso, pelo menos. E, quero dizer, que em si é... como, de onde vem isso? Isso é tão bizarro.

AM: Bem, tanto quanto a minha família é absoluta linhagem. Quer dizer, eu apenas recentemente cruzei com algumas informações que ainda não confirmei, mas consegui algumas informações bastante boas de que o meu avô, que morreu sob causas misteriosas - sem autópsia ou funeral - era um alto militar ou membro do governo em alguma parte da Operação Paperclip, pois era um dos funcionários que foi destacado para transferir os cientistas alemães nazistas.

KC: Você está brincando comigo.

AM: Não, não estou.

KC: Isso é... bem, isso realmente chama a atenção por que motivo você pode ter terminado onde terminou.

AM: E o meu pai e a minha irmã.

KC: Certo. Sua irmã...

AM: Mas não tenho conhecimento se o meu irmão mais velho também estava nessa. Não acho que ele estivesse, mas tenho medo de que  possa ter entrado nessa, por causa das suas conexões diretas com a NASA. Ele subiu nos escalões do campo científico.

KC: Ah ha. 

AM: Foi diagnosticado com autismo quando criança, mas o seu QI estava fora das tabelas,  está com 32 anos agora e tem doutoramento em astronomia física e nanotecnologia. Trabalha na Universidade de Lamar. É o curador mais jovem da Sociedade Astronômica de Houston. Também dirige cinco observatórios diferentes e trabalha próximo dos indivíduos de alto escalão da NASA. 

KC: Ok, mas tenho de dizer que isso indica que ele faz parte de todo o cenário.

AM: Sim, concordo...

KC: Ele pode não...

AM: ...mas ele pode não saber disso.

KC: Talvez ele não tenha sido um dos manipulados, você sabe, em termos de que, de algum modo, você tenha memórias enterradas, etc. Mas o que  está me dizendo sobre o passado dele é apenas evidente, especialmente, na verdade, acredite ou não, por causa do autismo dele...

AM: Sim.

KC: …porque o autismo é uma espécie de marcador que eles usam.

AM: O Projeto Treze.



KC: É, estávamos falando sobre isso. Vamos falar sobre isso, que vai ser realmente fascinante.

AM: Claro. E acho que... Não sei se mencionei a você que tenho a confirmação absoluta sobre o filho da minha irmã, minha irmã tem três filhos. O mais velho, Baden, é  um contatado por extraterrestres.

KC: Ok.

AM: Absolutamente. 

KC: É. 

AM: Mas posso lhe dizer o que realmente minha irmã assistiu e o viu fazer. Podemos falar sobre isso noutra hora, mas é absolutamente incrível. 

KC: Ok. 

AM: Falei com Miriam Delicado e lhe disse o que minha irmã tinha me dito. Miriam, é claro, disse: Você sabe que esta criança precisa ser protegida. Tenham cuidado com ele... Então expliquei a minha irmã o que Miriam tinha dito. Então...

KC: Bem, isso é realmente uma coisa boa.

AM: É. Vou realmente colocar a minha irmã em contato com Miriam.

KC: Bom. Muito bom. Não estava realmente certa de como categorizá-lo. Como, você sabe, quero dizer, não especificamente um super-soldado como os que conheço, mas talvez - e você sabe o que estou dizendo? Queria que você categorizasse a si mesmo.

AM: Claro.

KC: Por que é que você não vai em frente, introduz-se, e, basicamente, explica não apenas quem você é, resumidamente, assim como as suas credenciais, de qualquer jeito que você chamaria isso...

AM: Absolutamente.


KC: ...mas, depois diga também por que motivo você está se apresentando neste momento.

AM: Ok. Bem, meu nome é Aaron Egan McCollum. Nasci em 6 de setembro de 1978 e meu... Bem, estive nas forças armadas. Servi na Guarda Costeira dos Estados Unidos durante cerca de dez anos, estou certo de ter servido dez anos. E estive envolvido em diversos projectos secretos em todo o mundo e muitos deles em locais dos Estados Unidos.

Subi os escalões muito rapidamente, me tornando um membro da equipe na unidade dos primeiros dessa espécie na Guarda Costeira, que é conhecida publicamente, mas muitas das operações que eles fazem... muito do que eles fazem não é bem conhecido.

Se tivesse que me classificar, seria como uma terceira geração do Projeto Talento, e por causa da minha hereditariedade/ascendência, me deram muitas responsabilidades, vi muitas coisas e continuo, desde aquela época, sendo chamado para voltar a operações específicas.

KC: Ok. 

AM: Quero dizer, para explicar realmente quem sou, obviamente, seria bom uma entrevista mais longa, para poder explicar isso.

Mas, você sabe, obviamente, estou me apresentando hoje pela primeira vez publicamente, para falar sobre as informações que tenho de contatos de confiança absoluta - que não posso dar os nomes para segurança deles - mas, envolvem o que está acontecendo no Golfo de Aden, no Iémen, especificamente, o que a elite global está fazendo e do stargate/portal das estrelas que é absolutamente real. Não é fantasia. 

É como se, Kerry, o que você e eu conversamos muitas vezes: as coisas que você vê nos filmes são colocadas ali como um ardil para dar automaticamente esse rótulo de "fantasia, ficção científica" para que as pessoas não pesquisem mais e elas vão viver em seu pequeno mundo de "Faz de Conta". 

KC: Ok. Isso é ótimo. Então, você era um membro da Guarda Costeira, mas também acabou não só trabalhando nestas equipes das unidades de Operações Especiais, por falta de melhor título, mas você era o líder, não é verdade? 

AM: Sim. O Projeto Talento, realmente, tem dois lados - eles têm as pessoas que nunca estiveram nas forças armadas, os civis, mas trabalharam diretamente no serviço militar, até mesmo, por vezes, usavam uniformes militares, mas nunca ficam no quartel. Você sabe, eles têm um lado próprio - Duncan, por exemplo; Duncan O'Finioan, que nunca esteve realmente no quartel, mas era, absolutamente, do Projeto Talento. 

Depois, há pessoas como eu. Aqui é onde fica um pouco complicado. Não escolhi o ramo de serviço. Quando tinha 16 anos, certas pessoas - agentes - vieram até mim e me disseram para que ramo das Forças Armadas iria e quando isso iria acontecer, por isso, já sabia para onde estava indo dois anos antes de me alistar. 

Então, me tornei militar, tenho formação militar regular/de carreira. Mas às vezes, quando ia ser chamado temporariamente - isto é, chamado em ADT; Atribuição de Dever Temporário - para outras unidades, não estava realmente fazendo o que era conhecido pelo meu comandante ou quem quer que fosse o oficial, no momento. Estava realmente realizando... aumentando a minha formação que tinha começado quando era muito jovem.

Então, eu usava dois chapéus/tinha duas identidades. Houve momentos em que era o Sub-oficial McCollum (do mesmo escalão que um Sargento), subi na carreira até ser o engenheiro chefe a bordo de navios e fazendo Operações Especiais de resgate, interdição de drogas, o que quer que fosse. E, então, tinha o outro chapéu onde era apenas um agente - sem nome, sem denominação de posição, nada. 

KC: Então, quando você diz que estava fazendo isso, você quer dizer que você, não sei... você não carregava quaisquer documentos de identificação com você? 

AM: Absolutamente nenhuns. Nenhuma identificação. Não era permitido nem mesmo usar um relógio, nada.

.KC: Ok. E sobre as atribuições... As suas memórias enterradas estão voltando, com relação às atribuições?

AM: Sinceramente, isso está acontecendo em ambos os lados, porque, como disse, é meio complicado, mas deixe-me tentar explicar da melhor forma que posso.

Fiz muitas operações em que  só usava o meu chapéu da Guarda Costeira e era Sub-oficial McCollum, mas estava realmente conduzindo "operações militares" que eram, realmente, Operações Secretas que aconteciam camufladas e às quais eu estava amarrado. 

Então, iriam manter-me muito perto delas, para que fosse capaz de me infiltrar e fazer  outras tarefas que me fossem atribuídas. Então, porque havia esse entrelaçamento de operações, muito do sucedido está enevoado em ambos os lados.

KC: Ok. Então vamos ver... pois é muito fácil para mim enveredar por essa toca de coelho [risos do Aaron] com você e começar a seguir as suas lembranças pessoais, mas acho que a entrevista de hoje, pelo menos na primeira parte...

Vamos fazer isso primeiro: vamos falar sobre o Golfo de Aden, e por que motivo você está se apresentando especificamente agora, antes de fazermos uma entrevista mais formal que foi planejada com você durante várias semanas. Então vamos falar sobre as coisas mais importantes que você quer denunciar imediatamente e, então, podemos divagar a partir daí. E, mais tarde, podemos decidir o que deixar e o que cortar. 

AM: Ok. Permita-me apenas fazer esta declaração, quero deixar isso perfeitamente claro. O que estou a ponto de declarar para que todo mundo saiba, está baseado em fatos reais, artigos e também contatos - contatos de confiança absoluta - com quem conversei no mês passado; enorme quantidade de informações. E isto também se baseia diretamente nas operações em que  tomava parte, das quais já recuperei alguma memória, a partir de julho de 2008 até ao início de março de 2009.  

As operações de que fazia parte estão, absolutamente, diretamente relacionadas ao que está acontecendo agora no Golfo de Aden.

Ok, então o que está ocorrendo neste exato momento? Na realidade, está acontecendo há bastante tempo, mas só agora, por algum motivo está vazando para fora - ou estão permitindo que seja vazado, devo dizer - está acontecendo um grande movimento de navios militares no Golfo do Aden, em um local específico onde há, atualmente, centenas de navios circundando, agora, uma área determinada de águas internacionais.

Estamos falando de navios de guerra russos, chineses, japoneses, australianos, alemães, do Reino Unido; a lista vai longe, até mesmo navios da União Europeia, navios da ONU; Blackwater, que agora é Xe, tem um navio lá agora.

Se alguém está ciente, o Japão não tinha navios de guerra fora da área de operação deles  para ação do tipo militar nas últimas décadas. O mesmo acontece com a China; a China gosta de manter os navios de guerra dela por perto. Portanto, isto é ENORME. 

Em cima disso, há uma empresa de pesquisa que trata especificamente de genética e ADN - não me lembro o nome neste momento, mas Kerry, quando conseguir essa informação, você a terá - que está especificamente fazendo investigação no ADN alienígena/humano, pesquisando essa genética. Isso também está acontecendo lá ao mesmo tempo.  

E, em cima disso, tem havido uma grande quantidade de pirataria acontecendo por lá. Bem, estes "piratas", os piratas somalis e tudo isso - é uma operação absolutamente clandestina. A razão deles estarem fazendo isso é para amedontrar, você sabe, todos nessa área, para mantê-los longe. É um método muito bom para manter as pessoas normais, o público, longe da área. Porque, você sabe, qual é a melhor maneira de impôr o medo do que a pirataria e o terrorismo?

Isso explica o que aconteceu em Fort Hood. 

KC: Ok. Antes de se ir lá, só para esclarecer... porque sendo membro da Guarda Costeira, tudo o que acontece na água é obviamente algo que você está muito bem versado.

AM: Absolutamente. 

KC: Então, queremos falar sobre a sua fonte de  informações. E por causa disso, também queremos falar sobre algumas das suas, espécie de, capacidades e competências aumentadas.

AM: Claro. 

KC: Ok, porque isto é um fator adicional, assumo.

AM: Absolutamente. 

KC: A outra coisa é que você está dizendo que há engenharia genética acontecendo... Do que está falando? Você está falando de um navio no meio das águas onde está localizado o stargate/portal de estrelas? Porque entendo que o stargate está sobre o corpo de água. 

AM: Está. E há na realidade... há depoimentos de testemunhas e há imagens de... Eles estão chamando de "anomalia", é um enorme campo magnético que está ocorrendo ali, naquele local. Eles estão designando como anomalia, você sabe, eles estão dando rótulos, onde a água está em um movimento giratório; está causando um efeito de redemoinho enorme. 

KC: Incrível. Certo. Muito legal.

AM: E houve avistamentos reais, você pode encontrar online, onde eles viram uma parte subindo. Mas, agora se foi, tanto quanto a ciência, porque eles têm... Quero dizer, a área da zona de segurança em torno disso é de quilômetros, quilômetros e quilômetros.

KC: Ok. Mas quem está no comando dessa área?

AM: Bem, é... Não estou completamente certo, para ser honesto, quem é o responsável. Mas posso te dizer que não ficaria surpreso se quem estiver no comando for, obviamente, os membros da Elite Global, os Poderes Que Dominam. O que acho é, quem estava no comando? Agora, acho que vai mudar ou já pode ter mudado, mas ainda não fui capaz de obter confirmação sobre isso. 

Quando algo assim acontece... Isto é um stargate que não tinha sido descoberto? Que tivesse sido colocado de lado e não havia interesse por ele? Estas são possibilidades, mas quando algo como isto vem à tona, alguns projetos que ainda estão acontecendo sob o nome de "Mark Ultra", entram e assumem o comando, com a direção de certos membros da Elite Global.

KC: Ok, e quando você diz Mark Ultra você está realmente dizendo MK Ultra? Isso é uma designação diferente? Não entendo. 

AM: Bem, Mark - MK - é realmente utilizado para a designação dos projetos, coisas. Isso é só eu e minha conversa militar. Quando você é um militar, na verdade, se referirá ao projeto como Mark Ultra. [risos de Kerry] Como você tem algumas definições que você usa, como o Mark 134; então, você olha para ele e diz MK 134. 

KC: Entendo. 

AM: Então, isso sou eu apenas sendo militar, mas vou tentar dizer MK Ultra para...


KC: Não, não, não.

AM: Tenho a tendência de falar, usando o jargão militar, porque fiz isso durante tanto tempo.

KC: Entendo. Certo. E na verdade, vamos falar sobre quantos anos você tem e quanto tempo você passou no serviço militar.

AM: Tenho 31 e, legalmente, passei pouco menos de dez anos no serviço militar. Mas a minha participação foi por muito mais tempo, antes e depois.

KC: Ok. Certo. E, voltando a engenharia genética, você disse que isso está acontecendo naquela área. Mas, está acontecendo novamente... você quer dizer sob as águas?

AM: Sim. 

KC: Numa base?

AM: Sim. 

KC: Ok. 


AM: É. Existe uma base submarina lá. Recebi confirmação sobre isso.

KC: Ok. Você está dizendo que há uma base submarina no Golfo de Aden.

AM: Sim. 

KC: Ok. E, é ai que você acha que a engenharia genética está acontecendo.
AM: Absolutamente. 

KC: Ok. E você pode… 

AM: É a mesma coisa... Eles estão fazendo coisas semelhantes às que eles têm feito ao longo de décadas em bases subterrâneas em toda parte. Particularmente, eles estão fazendo pesquisas específicas nos tipos de ADN e engenharia em muitas bases submarinas, como, por exemplo, aquela que está no Caribe, onde eu estava. 

KC: Ah, sim, aquela que você está recuperando as memórias.

AM: Sim. 

KC: Ok. Sim, muito fascinante. Você me mostrou alguns desenhos que são realmente muito, muito interessantes.  Qual é a sua fonte de informação? É individual? É psíquica? É na Internet? É... você sabe? Não sei.

AM: É um pouco de tudo isso e vou te dizer como tudo começou.

KC: Ok. 

AM: Recebi um e-mail de uma das minhas fontes, não posso revelar o nome dessa pessoa, neste momento, para a segurança dela, havia um link para um artigo falando sobre este "seagate" que estava sendo esperado, havia algumas anomalias estranhas acontecendo e havia muito movimento de navios de guerra.  

E assim, o meu lado pesquisador decidiu investigar . Então, literalmente, no mês passado, gastei de 12 a 18 horas por dia, não apenas com as minhas outras investigações, mas com a verificação deste assunto; fazendo chamadas telefônicas através de alguns dos meus contatos de confiança. Comecei a recolher cada vez mais informações de fontes distintas.

Então, quando finalmente vi onde  estava acontecendo, percebi que agora os Estados Unidos, juntamente com alguns outros países; agora, de repente, têm atacado o Iêmen por causa da Al Qaeda, que... 

Al Qeada nada mais é que uma rede. É tudo. A Al Quaeda é realmente apenas uma cobertura. Não é... tudo foi planejado... mas isso é uma outra história. "Al Quaeda", como um nome, é usado para invocar o medo e ganhar submissão ou o que quer que a Elite Global deseje, naquele momento.

O Iêmen  foi escolhido por causa do que está acontecendo com o stargate, oficialmente, está sendo dito que o stargate abriu em 5 de janeiro deste ano. 

A outra informação, então comecei a fazer telefonemas, comecei a receber mais e-mails... 

KC: Bem, espere um minuto. Você está dizendo que o stargate sobre o Golfo de Aden abriu em 5 de janeiro de 2010? Ou 2009?

AM: O que sei na verdade é que ele abriu em 5 de janeiro deste ano, 2010.

KC: Ok. Agora eu... porque já ouvi mais informações sobre isso. Há informações lá fora, dizendo que o stargate foi identificado antes disso.

AM: Absolutamente. Sim.

KC: Ok. 

AM: Sim. Tem estado acontecendo... as coisas realmente começaram a entrar na Internet e nos noticiários há alguns meses atrás. 

KC: Ok. 

AM: Em Dezembro... Quero dizer, agora está tudo lá. Tenho um arquivo inteiro, que vou mandar para você, com toneladas de informações, tem até material no YouTube. E acredite se quiser... As coisas no YouTube... há muito lixo no YouTube, mas há alguns vídeos no YouTube, se introduzir YouTube "Stargate Golfo de Aden" no Google e pesquisar,  verá coisas que são fatos absolutos... 

KC: Ok. 

AM: ...com base em outras pessoas que tenham obtido a informação. No entanto, este stargate no Golfo de Aden é conhecido há muito tempo e muitos... alguns países querem ganhar... querem um pedaço do bolo. E, você sabe, um país quer um pedaço maior do bolo do que o outro país. 

É por isso que, em 2008, fui abordado por um capitão que trabalhou para os Serviços Secretos do Corpo de Fuzileiros dos Estados Unidos. Sem mais nem menos, veio até mim e disse:Estamos querendo recrutá-lo por necessitarmos,  novamente, de um serviço.  

Agora, naquela época, estava numa confusão. Tinha muita coisa acontecendo. Ainda, naquele momento, pensava que estava ficando louco. Não estava trabalhando. Estava, você sabe, vivendo por viver, portanto - é exatamente assim que eles querem você - por isso me ofereci para voltar. 

No entanto, depois que me ofereci para voltar... existem partes que estão nebulosas... mas me encontrei no Campo Pendleton com este Capitão e vários outros senhores, não estou certo para quem eles trabalhavam, mas, obviamente, para os do alto comando da hierarquia do governo, e, em seguida, dois generais.  

Um dos generais agora está trabalhando como Chefe do Pessoal Associado responsável por todas as Operações Especiais dos militares dos Estados Unidos.

KC: Você é capaz dar o nome dessa pessoa? Você quer dar o nome dessa pessoa ou não? 

AM: [pausa longa e pensativa]... provavelmente deveria esperar para o mencionar.

KC: Ok. 

AM: Não é que esteja com medo de mencioná-lo, mas quando fizermos a minha entrevista mais extensa, já decidi divulgar certos nomes. 

KC: Ok. 

AM: Mas quero apenas me concentrar no Golfo de Aden e o que está acontecendo lá. Mas confirmo que citarei o nome dele.

KC: Ok.
 
AM: Mas, não já. Este é o mesmo general das cópias de e-mails que lhe dei.

KC: Sim. 

AM: É dele que estou falando.

KC: Uh-huh. 

AM: Ele me disse que no Norte da África, e ainda está acontecendo, mas mesmo de volta a 2008, havia um grande movimento militar, um movimento militar dos Estados Unidos, no norte de África. Eles estavam se preparando para alguma coisa. Esse era um dos trabalhos para onde estava indo, investigar sobre algumas operações lá. 

Havia um grande movimento acontecendo também na área do Canal de Suez, que dá direto para o Golfo de Aden. 

Comecei, então, a me encontrar com o pessoal militar das operações secretas de todo o mundo, muito especialmente da Austrália - FAE australiano (Força Aérea Especial). Vários desses senhores eram definitivamente australianos, mas eram originados do Oriente Médio, e foram treinados para conduzir as operações clandestinas no Oriente Médio. 

Logo depois que isso aconteceu, houve alguns eventos clandestinos ocorrendo, o maior foi em Mumbai, que foi absolutamente orquestrado pelo nosso país e pelo Reino Unido. Que me foi dito como uma informação em primeira mão por este general e algumas outras pessoas da equipe dele. 

Começamos a desenvolver uma nova equipe so o meu comando. Começamos a fazer muitas operações estaduais de treinamento com a polícia local. Especificamente, a operação pioneira foi em Twin Palms, que é perto da Base Twenty Nice Palms dos Fuzileiros Navais, onde a Compania de Fuzileiros Navais dos E.U. A. estava fazendo... Foi onde  começaram a fazer os pontos de verificação de segurança; que passaram a fazer muito disso para cima e para baixo na Califórnia; muitas, você sabe, no sul da Califórnia, ao sul de onde estamos agora.

Por que estou explicando isso? Eis o motivo: Os movimentos que estão acontecendo agora por parte dos militares... Há realmente algumas bases militares secretas no Norte d'África, no Iêmen, e em outras áreas, onde há realmente mais militares dos E.U.A. do que habitantes locais, nas cidades e aldeias nessa área.

Por que é que todas estas operações clandestinas estão acontecendo? Ok, estou chegando a um ponto muito importante.

O ponto muito importante é: essas pequenas operações clandestinas que estão acontecendo, as operações com que lido, na verdade, conduzem às operações clandestinas, tendo até movimento de veículos das Nações Unidas aqui na Califórnia, que testemunhei. Vi caravanas; falei com as pessoas. 

Até ao ponto onde estava com uma equipe andando pelo centro de Pasadena pouco antes do Ano Novo, pois tinha recebido uma informação - que mais tarde descobri que era falsa - mas eles disseram aos militares regulares e a polícia local, que um trem de munições que estava vindo de Barstow para o Campo Pendleton, após passar por uma verificação em Barstow, eles perceberam que 2.300 quilos de explosivo C-4 estavam faltando no trem. Imediatamente um alerta máximo foi dado, os pontos de verificação de segurança foram colocados em todos os lugares. 

Descobri que isso não era verdade. Comecei a fazer algumas das minhas próprias pesquisas para descobrir por que tudo isso estava acontecendo. 

Logo depois disso, fui retirado do projeto e tive que sair do meu apartamento. Meu computador foi novamente fechado. Meu celular frito. Minha casa foi arrombada. Quando fomos fazer o relatório na polícia, meu companheiro de quarto e eu na época, o policial não preencheu nenhum relatório policial. Tinha veículos de vigilância em frente a minha casa. Eu estava... apenas... o calor estava aumentando. Tive de colocar minhas coisas no depósito e fui para o sofá de um amigo meu.

KC: Isto foi há um ano atrás. Está certo? 

AM: Isso tudo ocorreu em março do ano passado [2009], sim.

KC: Ok. 

AM: Agora, para quê esse aparato todo? Esse aparato todo, com base na minha experiência - e, sim, acho que você poderia dizer com base em certa capacidade psíquica que tenho; não, necessariamente, nasci com isso, mas com as coisas que vou declarar na próxima entrevista, que foram desenvolvidas em mim através de técnicas que eles têm, que o Projeto Talento aprendeu a aperfeiçoar. 

Haverá uma grande operação clandestina acontecendo este ano. Não sei exatamente quando, mas sei que vai acontecer e vai ser... as pessoas vão ver,  cada vez mais, militares de outros países, a polícia americana, haverá muito mais barreiras para verificação nas estradas. 

KC: Você está dizendo uma operação clandestina aqui na América? Ou você está dizendo no Golfo de Aden? Porque de algum modo há uma conexão.

AM: Ambos. 

KC: Ok. 

AM: E aqui está o porquê. Não será apenas nos E.U.A. Isto vai acontecer em alguns países onde precisa acontecer. Irá chamar uma nova guerra. Eles estão falando - até mesmo Obama tem falado sobre essa nova guerra contra a Al-Qaeda, no Iêmen. 

Por que é que fazem isso? Pela mesma razão que  fizeram no Afeganistão. O Afeganistão não foi uma guerra contra o terrorismo, foi uma guerra para ganhar mais controle no Afeganistão, porque o Afeganistão tem entradas para determinadas para instalações subterrâneas profundas.

KC: Verdade.


AM: É por isso que a Rússia esteve no pé deles por dez anos. 

KC: Ok, então você está dizendo que não é a papoula, o tráfico de ópio que tem pessoas no Afeganistão... que é o que penso que a maioria das pessoas pensa.  

AM: Absolutamente não! Não, não é o ópio. Entretanto, o que muita gente não sabe é que a CIA ainda - desde o Vietnã, provavelmente até mesmo antes disso - sempre teve operações secretas de tráfico de drogas; que é o que foi o Air America (linha aérea operada pela CIA) no Vietnã, quando eles estavam executando operações no Camboja e Laos.

KC: Certo. 

AM: Então, sim, quero dizer, eles têm que ter um lucro, você sabe. A guerra não é apenas a intenção, guerra é lucro. É por isso que temos, você sabe, os banqueiros que fazem parte do grupo do Bilderberg, e o Bohemian Grove e outras sociedades - o Clube de Roma e outros enfeites. 

Esta operação clandestina vai encabeçar uma nova guerra contra o terrorismo no Iêmen. Isso é o que vai acontecer. Estamos no limiar. Há um grande movimento militar. Existem campos de treinamento militar sendo criados no Iêmen agora, pelo nosso governo, que está treinando os militares do Iêmen para perseguir o movimento terrorista lá. 

Está até sendo dito nos noticiários e você pode encontrar isso online, eles estão fazendo alegações de que a Al-Qaeda já construiu uma base maior no Iêmen do que a existente no Afeganistão ou no Paquistão! Lixo absoluto. 

KC: Ok. Assim, sobre o Iêmen e o Golfo de Aden, qual é a relação deles? Em outras palavras, os países costeiros do Golfo de Aden... é por isso que ele está sendo apontado, especificamente, porque o stargate está sobre as águas dele? 

AM: Ah, sim, absolutamente. O Iêmen é o ponto zero.

KC: Ok. Vamos falar sobre isso; se você sabe isso ou você tem uma teoria sobre o que está acontecendo com o stargate. Você tem alguma idéia? 

AM: Tudo que posso te dar agora é a teoria, mas encorajo todos para pesquisar, para fazer sua própria investigação. De tudo o que digo, façam suas próprias investigações, porque se você não pergunta, não faz a pesquisa - você não está aprendendo e não está acordando.  

Baseado na minha experiência, com um projeto em que fazia parte, mais uma vez, vamos discutir na minha entrevista completa, tenho duas teorias. Ok? Uma teoria é que existem seres extraterrestres que, sem dúvida, o estão abrindo ou foi decidido, apenas agora, fazer algo com este stargate, por uma determinada finalidade.

Agora, esses são extraterrestres amigáveis? Ou são inimigos? Pode haver duas possibilidades. Não sei ainda, mas estou tentando descobrir através de alguns contatos muito confiáveis.

Se eles são realmente amigáveis, então, eles o abriram porque estamos chegando a um tempo em nosso mundo... Você sabe, 2012 não é o fim, mas, definitivamente, acredito que grandes coisas vão acontecer e temos extraterrestres amigáveis que querem ver se, realmente, nos tornamos no mundo que é suposto que sejamos. Eles não vão entrar e salvar-nos, mas, definitivamente, farão coisas que nos ajudem a evoluir. 

São estes os extraterrestres que decidiram abrir o stargate? E se forem, são os militares e a Elite Global que farão  tudo o que podem para impedir que isto aconteça, para que eles possam continuar a agenda deles, a agenda que lhes foi dito que têm que realizar dentro de um determinado período, ou "Certos Seres" estarão entrando? Isso é por certo.

KC: Essa é a agenda negativa que eles estão tentando implantar. Em outras palavras, certos seres negativos, seres negativamente orientados, em outras palavras, que só servem a si mesmos, estão vindo caso a Elite Global seja incapaz de lidar por si mesma com isso? É isso que você está dizendo?

AM: Absolutamente. 

KC: Ok. Muito interessante.

AM: Mas o outro lado disso é, o stargate tem... Os extraterrestres hostis, eles estão comandando o show com o stargate e os militares estão lá como os servos? Porque é isso que a Elite Global é. Eles não estão no poder, caras! Eles estão servindo a alguém, alguma coisa, ou o quer que vocês queiram classificá-los como sendo. 

KC: O que você está dizendo em termos do Golfo de Aden, está dizendo que esse stargate poderia deixar entrar, talvez... Por outras palavras, poderia estar entrando, poderia estar saindo, poderia estar acontecendo nos dois sentidos.

AM: É, nos dois.

KC: Ok. Mas o acúmulo dos militares lá, não será só para ter o controle desse stargate, por um lado, mas, por outro lado, para certificarem-se, caso haja um propósito negativo, poderia haver ETs negativos passando.

AM: Absolutamente. 

KC: Ok. 

AM: Mas, você sabe, com bases submarinas, em cada base submarina há, pelo menos, alguma presença de extraterrestres nelas. Mas, vou te dizer, nenhum deles são amigáveis.  

KC: [risos] Certo. Se eles estão trabalhando com os militares, acho que é uma espécie de acéfalo, infelizmente.  
AM: Eles estão realmente comandando o show. Mas, veja, eles são espertos. Eles são capazes de calcular e fazer as coisas de tal forma que os Poderes que Dominam pensam que têm controle, mas eles não têm. 

Nessa base submarina específica na costa do Golfo de Aden, não posso dizer de fato quem está absolutamente comandando o show. Tudo o que posso fazer é dar a minha teoria baseado na minha experiência absoluta direta com as bases, por serem muito importantes para os projetos secretos do Projeto Talento, conhecidos e assistidos como o Projeto Stargate e um outro projeto do qual estarei falando - vou em frente e o direi agora: Projeto Seagate. 

KC: Ok. Você acha que o que está acontecendo no Golfo de Aden... você está dizendo que é Adon? Você sabe como pronunciá-lo realmente? 

AM: Acredito que é Aden [como em "Ah-den"], mas poderia estar falando errado. Se estou, por favor, me desculpe, você sabe. 

KC: Absolutamente. Mas você está dizendo, o que está acontecendo lá pode ser parte de uma operação que você conhece como o Projeto Seagate? 

AM: Não, acredito... Bem, não quero especular porque não gosto de fazer isso. É possível. Mas cada pedaço de informação que tem sido dada a mim, eles o rotularam como um stargate. 

No entanto, as pessoas têm que ter muito cuidado porque, a partir de meu conhecimento e das coisas que estou começando a lembrar, tanto quanto sei, só existe um local para o Projeto Seagate em todo o mundo. Poderia estar errado? Havia ainda informação que nem mesmo tinha conhecimento? É possível, mas duvido. 

KC: E isso é sobre uma base submarina que está localizada em uma área de Porto Rico?

AM: Sim. É na área de Porto Rico.

KC: Ok, é sobre essa que você vem recuperado as lembranças.

AM: Sim.

KC: Ok. Você já foi ao Golfo de Aden? 

AM: Não que me lembre.

KC: Ok

AM: Se fui, não lembro, mas com todas as informações, tudo que tenho compartilhado com você, muitas das vezes, que conversamos e nos trouxe juntos, provavelmente, talvez, já estive lá; se sentar e pensar, provavelmente recuperaria, talvez 40% das minhas memórias.  

Por que isso está acontecendo comigo em uma idade tão jovem? Não sei, porque, você sabe, da sua experiência com outras pessoas, geralmente as pessoas são muito mais velhas [Super Ex-soldados geralmente começam a recuperar memórias deles aos 50 ou 60 anos de idade, não antes]. Mas, através de alguns outros contatos, foi me dito... é um pouco difícil para mim engolir, mas me foi dito que há uma razão muito específica porque, particularmente, estou recuperando essas memórias. E não é por uma razão má, é para um propósito bom.  

Infelizmente, há momentos em que ainda sou acionado e levado para outro lugar para fazer coisas, como recentemente, a apenas alguns meses atrás, tenho dois dias que não posso explicar.  

KC: Ok. Então, temos um stargate no Golfo de Aden, temos operações clandestinas, tivemos uma em que, o que quer que eles chamaram essa, a " Cueca Bomba"...

AM: É. 

KC: ...em que ele foi, basicamente, deixado em um avião sem passaporte. Agora, isso é parte dessa operação? Porque parece que é o ato de abertura, em certo sentido. 

AM: É, porque tem havido informações recentes dizendo que não só ele, mas o atirador em Fort Hood. Agora, de repente, essa informação está saindo, que ambos tinham ligações com terroristas, com a Al-Qaeda no Iêmen.

KC: Ok. 

AM: E só apareceu na semana passada, se me lembro bem. Que conveniente!

KC: Portanto, temos uma grande operação no Iêmen acontecendo agora. Há alguma outra circunstância atenuante ou qualquer envolvimento, porque você disse que há muitos navios naquela área? Temos a água de uma forma agitada sob alguma "anomalia electromagnética"acontecendo.

AM: Sim. 

KC: O que está acontecendo entre os Poderes Que Dominarão, que você saiba em termos de navios? Você está em contato com, por exemplo, qualquer tripulação ou pessoal militar com relação  a tudo isso? 

AM: Sim. Estou. Diversos.

KC: Ok. Você quer falar...?

AM: Até mesmo a Guarda Costeira... Não é apenas marinha dos E.U.A. Há navios da Guarda Costeira dos E.U.A, "Cortadores", como são chamados na Guarda Costeira, que estão lá.

As pessoas com quem estou falando, com quem trabalhei, trabalhei no lado de apenas ser o suboficial regular McCollum na Guarda Costeira, de forma que eles não estão plenamente conscientes, mas entraram em contato comigo e disseram: Aaron, algo estranho está acontecendo, não consigo explicar e nunca vi nada parecido com isso. 

Tenho alguns outros amigos meus que estão realmente nos Serviços Secretos da Guarda Costeira que entraram em contato comigo porque estão cientes deste tipo de campanha que estou fazendo, tentando, você sabe... alterar o que fazia parte. 

Assim, há um grande movimento ali, absolutamente. Os contatos com que falei disseram que mesmo eles, quando questionam sobre isso, foi- lhes dito que é estritamente para o cumprimento das medidas anti-pirataria e para ajudar com a escolta do movimento através do Canal de Suez, porque aparentemente o Canal de Suez está muito "congestionado" com navios de transportes. 

Nunca, nunca soube que houve um problema de "congestionamento" de navios na travessia do Canal de Suez - nunca ouvi falar disso. 

KC: Então se eles estão atravessando o Canal de Suez, onde eles estariam indo? Tem que ter mais do que um destino para esses navios, certo? Em teoria?

AM: Sim, absolutamente.


KC: Ok. Por exemplo...?

AM: Bem, quero dizer, o Canal de Suez é um canal de navegação principal. 

KC: Então, eles poderiam estar apenas atravessando, se dirigindo para outras áreas, certo?

AM: Ah, sim.

KC: Não só se dirigido todos para Iêmen.

AM: Não, não, não. Porque se eles fizessem isso, iriam levantar muitas suspeitas, então o que eles fazem é manter as operações normais. 

KC: Uh-huh. 

AM: Navios porta-contentores, navios de petróleo continuarão a ser autorizados a passar por lá. É apenas uma desculpa, porque eles são capazes de fazê-lo tão bem, porque o local do stargate no Golfo de Aden está um pouco fora do caminho, não está, na verdade, diretamente no canal. 

KC: Certo, mas você disse que tem informações e não sei se essa informação é pública, que há navios de outros países. Acho que você mencionou o Japão, a China e a Rússia.  

AM: É informação pública. Há navios da União Europeia, navios da NATO, do Japão, da Rússia, da Alemanha, do Reino Unido, dos Estados Unidos, da Austrália, e a lista continua.  

E, sim, é informação pública. Se está falando sobre isso agora. Isso será incluído... Tenho informações específicas que, quando der isto a você, você poderá pesquisar isso por si mesma, é concreto. Isso está lá fora.  

Vá ao seu computador: Pesquise no Google ... Golfo de Aden; Google... Golfo de Aden Stargate; Google... Guerra no Iêmen. Você pode pesquisar no Google qualquer uma dessas coisas e você obterá páginas e páginas não apenas de artigos, mas de vídeos no YouTube e outros pedaços de informações. 

As pessoas precisam olhar para isso, porque assim, uma vez que você começar a vasculhar, é incrível - não me surpreende - mas vai ser incrível para as pessoas que vão ver um artigo que está diretamente ligado ao rótulo da "guerra clandestina".

Vamos estar movendo tropas em gande escala para o Iêmen. O Iêmen é o próximo campo de batalha, e isso vai acontecer este ano. Na medida do meu conhecimento e minha intuição e tudo mais que recolhi, vai acontecer este ano. 

Se isso não acontecer este ano, e se estiver errado... bom! Espero que minha intuição esteja errada, mas infelizmente, meu presentimento tem acertado cerca de 99%, e, às vezes, fico com raiva de mim quando estou certo sobre as coisas, porque não quero ver essas coisas acontecendo.

Assim, se o ano de 2010 passar e não entrarmos em um estado policial, ou não tivermos mais eventos clandestinos no país, se isso... o que acredito que vai ser uma guerra terrível acontecendo no Iêmen, se isso não ocorrer, então, tudo bem. Mas tudo que recolhi, todas as minhas informações, meus contatos me dizem o contrário. 

KC: Deixe-me perguntar-lhe isto: Sei que você tem algumas capacidades interessantes relacionados com a água. Não está certo? E me lembro de que os golfinhos foram utilizados pelos militares para, realmente, realizar proezas e fazer as operações, basicamente...

AM: Ah, sim. 


KC: ...sobre a Arábia Saudita e essa área. Então, estou pensando no que está acontecendo no Golfo de Aden, basicamente, tem que haver algo envolvendo golfinhos e possivelmente outros animais marinhos, como as baleias. Mas, estou apenas curiosa, não houve qualquer informação sobre os golfinhos nessa área ou qualquer outra coisa? 

AM: A única informação que tenho de fato, que é informação pública, é que os golfinhos estão sendo utilizados em todas as águas em torno do Oriente Médio para missões de reconhecimento. Eles realmente têm golfinhos treinados, que têm equipamentos de vigilância que estão unidos a eles para procurar minas submarinas, procurar bombas sob embarcadouros, até mesmo sob os navios e plataformas de petróleo e também para a coleta de informações.

Eles têm golfinhos que estão com aparelhos com certas informações, aparelho de gravação de som, que pode, realmente, gravar o som sobre terra que viaja, através, da água, porque o som viaja a uma distância muito maior e pode manter a frequência real dele concentrada muito mais tempo debaixo d'água do que pode a céu aberto. 

Se tenho qualquer informação de que os golfinhos estejam sendo utilizados, especificamente, no Golfo de Aden para quaisquer fins com este stargate? Não, não tenho. Mas, com base no meu trabalho direto com os golfinhos, no Projeto Seagate - não ficaria surpreso.

Porque foi descoberto que os golfinhos, por causa de freqüência deles e outras capacidades que os golfinhos têm que as pessoas não estão cientes... Eles descobriram a algum tempo atrás, não importa quanto tempo - sei que há pelo menos 20, ou talvez até 30 anos - que os golfinhos têm diretamente, por causa das freqüências deles, por causa do que eles podem fazer, são quase usados como um instrumento para se viajar através do Seagate.  

KC: Que quer dizer com isso? Viajar... você está falando sobre viagem no tempo? 

AM: Estou falando não apenas de viagem no tempo, estou falando de viajar para outros locais do universo. 

KC: Como os golfinhos são utilizados nessa situação?

AM: Verificou-se que... Bem, com o Seagate, tudo é feito... freqüências que são utilizadas, que achei... As freqüências são utilizadas, na verdade, para por você em um nível molecular em um estado diferente. Desta forma, seu corpo pode, realmente, aguentar a viajem em grandes distâncias.  

KC: Sei o que você quer dizer. Você quer dizer, por outras palavras, se os seres humanos são colocados em contato com os golfinhos e fazem o que é chamado entranhamento/acoplamento mental...

AM: Sim. 

KC: ...eles ficam alinhados na mesma freqüência que a do golfinho, isso eleva a consciência humana, de tal forma que se você, então... Estou extrapolando aqui porque  já nadei com golfinhos e sei que isto me aconteceu; estou supondo que é esse tipo de coisa o que você quer dizer.  

AM: Você está absolutamente certa... você está no caminho certo. Sim. Uma das coisas que eles fizeram e de que fiz parte foi chamada de "eco-localização psíquica".... [suspiro] ...Qual é a palavra que estou procurando? Isso sempre acontece quando começo a falar sobre isso, me desculpe. Às vezes, minha mente fica vazia. 

O que eles descobriram é que não pode ser qualquer humano. Tem que ser pessoas que receberam um certo treinamento, principalmente, as pessoas que têm uma certa quantidade de capacidade psíquica. 

Perceberam que podiam colocar uma pessoa com esses golfinhos e realmente causaria profundas vibrações moleculares e psíquicas que aconteceriam quando o golfinho é usado quase... é usado como um intermediário... e essa pessoa se torna um condutor. Eles coexistem desta forma, visto que realmente aumenta os sentidos da psique de uma pessoa.  

KC: Certo. E assim, então, o que aconteceria? Acho que estamos indo para a área da especulação, mas ocorre-me que talvez isto faça parte das suas memórias enterradas.

AM: Essa é a coisa, a matéria em que eu, eu mesmo, estava trabalhando mais intensamente.

A coisa toda com o Golfo de Aden apenas caiu no meu colo através das pessoas que conheço. E, em seguida, voltando as operações clandestinas que ajudei a orquestrar a partir de Julho de 2008 até o início de março de 2009; também, me reunindo com indivíduos que eram das operações secretas, que tinham sido, de alguma maneira, chantageados para estarem neste país e fazerem operações clandestinas, especificamente, militares de outros países que eram de ascendência do Oriente Médio. Eles não se importam se a família deles originalmente veio do Iraque, do Paquistão ou da Índia. Não importa, contanto que eles tivessem o treinamento.
 
KC: E eles se parecem, esse é o ponto.

AM: E eles se parecem, sim. 

KC: Ok. Então estava envolvido nas chamadas operações secretas clandestinas negras. Você pode descrever uma operação clandestina em que tenha tomado parte? 

AM: Sim, posso. Bem, uma das operações clandestinas foi a dos 2.300 quilos de C-4 que desapareceram misteriosamente de um trem de munições que ia em direção ao Campo Pendleton. Depois disso, a polícia de Twin Palms começou a trabalhar com o Corpo de Fuzileiros Navais e um grupo de veículos militares, especificamente Humvees, não tinham as cores militares, não estavam com emblemas. Por isso, quando certos indivíduos foram questionados, mesmo quando perguntei sobre isso, a resposta foi: Não nos questione. Você sabe? 

Na cidade de Twin Palms se estava fazendo operações Stop aleatórias para se verificar motoristas bêbados. Agora, se as pessoas sabem disso, os militares não estão autorizados a fazer essas operações de segurança dentro do país, operações Stop para verificar os motoristas, qualquer coisa que seja o trabalho da polícia. É para isso que serve a polícia.

Quando isso começa a acontecer, isto é um golpe deliberado para implementar um estado policial de âmbito nacional. Absolutamente. 

Depois, houve uma presença militar ainda maior ocorrendo, em todos os lugares, em Pasadena. Isso não me surpreende porque Pasadena é realmente uma área de apostas para algumas operações militares muito profundas: o Laboratório de Propulsão a Jato (LPJ); a Corporação Parsons. 

Incentivo as pessoas que verão isso, a olhar a história da Corporação Parsons de Pasadena, e  ficarão enojados do que eles fazem parte, sobre tudo recentemente, na colocação de determinados tipos de "hospitais" no Iraque. 

Então, naturalmente, posso realmente entrar em coisas como o Jordan Maxwell e tenho falado até da OTO [Ordem dos Templos do Oriente]. Quero dizer, a sede da OTO na América do Norte é, em Pasadena, você sabe. 

KC: Certo, certo.

AM: Então, onde moro, em Pasadena, estou rodeado por algumas coisas verdadeiramente terríveis.

KC: Assim, estamos falando de um viveiro de Illuminati, mas, estamos falando também de uma presença militar. 

AM: Sim. Na verdade, especificamente no... Quero dizer que foi em 28 de dezembro, se estou me lembrando certo... em 28 de dezembro de 2008, houve um grande movimento militar que aconteceu direto no centro de Pasadena. Centenas de pessoas testemunharam. Nunca saiu na imprensa. 

Foi um comboio de cerca de 24 veículos. Estamos falando de Humvees, dos blindados de transporte de pessoal, dos caminhões químicos, dos tanques, dos dois e meio, que são grandes caminhões, enormes que você costuma ver com a capa sobre eles [M35 2 - caminhões de carga de ½-ton]. Eles eram todos brancos. Eles eram do que fui uma parte. Eram como os veículos da ONU. 

KC: Sim, ia dizer que se pareceriam como os das Nações Unidas.

AM: Mas eles não tinham o emblema da ONU neles. Eles nem mesmo tinham placas de licença.

KC: Entendo.

AM: Passaram por Pasadena e iam para um local diferente. No mesmo dia em que estava em Pasadena com uma equipe à paisana, não apenas a polícia local, mas o Corpo de Fuzileiros, todos armados, andando pelas ruas em comunicação uns com os outros, enquanto isto acontecia. Não era necessariamente...

Entenda, uma operação clandestina, muitas vezes, não é um ataque terrorista como o 9/11. 

KC: Então, o que se passava com a caravana branca era mais uma preparação? É essa a idéia?

AM: Foi um treinamento de operação clandestina...

KC: Entendo. 

AM: ...em preparação para um evento clandestino real. Você sabe, você tem jogos de guerra, os militares fazem jogos de guerra. O que são os jogos de guerra? Os jogos de guerra são treinamento para a guerra real. Bem, este é um tipo de jogo de guerra, mas é uma operação clandestina de treinamento, um exercício de treinamento. 

KC: Quando dizemos clandestino, o que estamos falando é algo onde um evento terrorista acontecerá, onde, na verdade, o terrorista realmente está trabalhando em uma operação. É uma operação, que é conduzida, essencialmente, pelo pessoal do país - em outras palavras, Estados Unidos, o governo, as agências ou o governo negro, você sabe, os Projetos Secretos Negros. 

AM: Absolutamente. Sim, essa é a coisa mais importante que as pessoas precisam entender. Quando é uma operação clandestina que acontece no país, as pessoas que estão no comando das Operações Negras que acontecem neste país, elas são as únicas que as planejaram. Os atentados que aconteceram nos metrôs na Inglaterra - aquilo foi uma operação clandestina inglesa. Os atentados que aconteceram na Espanha... 

KC: Certo. E sobre isso? 

AM: Clandestinas, absolutamente, porque todos eles estavam relacionados com o quê? O Taliban e a Al-Qaeda. O que na verdade é o Taliban e a Al-Qaeda? É uma desculpa para permitir que operações clandestinas aconteçam.  

Você tinha mencionado pessoas que são utilizadas, que estão conscientes disso. As pessoas têm que compreender que, na maioria das vezes, são utilizadas, têm a mente controlada. Elas foram tomadas, tiveram a mente controlada e elas estão fazendo isso porque elas estão sob um outro estado mental.  

Aquele que aconteceu no dia de Natal, ele diz que ele tinha... De repente, houve relatos de que ele estava quase em transe durante e depois do acontecimento e que ele não se lembrava.

KC: Quem? De quem você está falando?

AM: O senhor, não me lembro o nome dele, a pessoa, o “Underwear Bomber”  é o nosso rótulo para ele.

KC: Ok, sim. 

AM: Houve relatos de que ele estava em transe. Há mesmo uma pessoa que se apresentou, um marido e uma esposa que estavam no avião.

KC: Claro. 

AM: Eles estavam no noticiário dizendo que tinham contato o FBI por causa do homem rico, alto, bem-vestido, de aparência indiana, você sabe, ou paquistanesa... descendência, tinha levado este jovem, e eles testemunharam ouví-lo dizer: Ele não tem passaporte, mas é da... Acho que foi da Nigéria... e ele apenas disse: Nós fazemos isso o tempo todo lá. Eles realmente citaram ele: Fazemos isso o tempo todo lá. E o deixaram entrar. Bobagem!  

Você sabe, as pessoas precisam estar cientes do que está acontecendo e precisamos questionar o motivo. 

KC: Então você, em pessoa, está dizendo que há um ano atrás viu comboios e, assim por diante, acontecendo aqui na Califórnia, com uma acumulação de militares também aqui. Isso está correto? 

AM: Sim, absolutamente. Houve uma enorme acumulação de militares no sul da Califórnia.

KC: Tem alguma idéia do motivo? 

AM: Há muitas bases militares na Califórnia. A Califórnia é uma região fundamental para o movimento militar. 

Estive em duas bases subterrâneas na Califórnia: uma que está na área de San Diego e uma outra que está na baía de San Francisco, que é conhecida como uma Base Naval de Munições de Armas, que tem uma tripulação de esqueleto. Provavelmente muitas pessoas não sabem sobre isso. Ela está localizado na área da baía de San Francisco, e tudo que você pode ver d'água são os três ancoradouros em forma de grandes U onde os treinamentos ocorrem. Há muito mais naquela base do que o que as pessoas vêem. Quero dizer, eles têm uma instalação militar enorme por baixo dessa base. É enorme. 

KC: Você esteve lá, ou lhe foi dito?

AM: Não, estive lá. Estive lá. Estive lá em 2000, 2001 e, em seguida, na primeira parte de 2002, antes fazer parte do projeto, no Caribe. 

KC: Ok. Então... Acho que o que quero fazer aqui é apenas me certificar de que passamos a informação que você queria dar ao público, especificamente, sobre o Golfo de Aden. 

AM: Ok. Assim, apenas para esclarecer por que estou me apresentando agora. Você e eu concordamos, que isso tinha que sair agora porque o tempo é essencial.  As operações clandestinas vão acontecer mais e não apenas nos Estados Unidos, mas em outros países que estão envolvidos diretamente no Golfo de Aden e no Iêmen. 

Não ficaria surpreso se vissemos mais alguns ataques ou atentados terroristas acontecerem em lugares, como no próprio Iêmen. Isso vai acontecer no Iêmen, porque eles precisam disso para que as massas apoiem o que eles estão fazendo, de modo que não haja questionamento.  

Haverá mais operações clandestinas acontecendo aqui neste país. Poderiam ser tão pequenas quanto mais blitzes/operações stop militares de verificação. Ou poderiam ser tão grandes como qualquer outra tentativa de ataque real. Vai acontecer. 

Isso tudo está acontecendo para arranjarem uma justificação, como aconteceu com 9/11. Eles precisam de uma justificação, para que as pessoas não questionem, para que continuem a ser ovelhas, para que e possam finalmente ir para a guerra - a "nova guerra ao terrorismo". O Iêmen é o marco zero para isso. 

Por que razão é que isso está acontecendo? Está acontecendo por causa deste stargate que está ao largo da costa do Iémen no Golfo de Aden. 

Por que estão fazendo isso? Dei as minhas duas teorias: uma teoria, temos extraterrestres amigáveis que o abriram por uma razão. Qual é a razão? Não sei.

Mas isso não será o fim, estou trabalhando... Você sabe, não fico parado depois disso. Estarei cavando muito profundo. Continuarei a trabalhar sobre este assunto e quando obtiver novas informações você as receberá, tudo o que conseguir, Kerry.  

Estes ETs amigáveis o abriram por algum motivo? Poderia ser. E poderia ser que agora temos, realmente, os grande países, realmente os países influentes de todo o mundo, trazendo navios - não os navios cargueiros, mas os navios de guerra - aos montes, que estão literalmente neste círculo gigante, criando este perímetro de segurança.

Porque é que não há investigação científica lá? 

Uma certa médica que tentou o suicídio - Ah, sim! - Que trabalhava diretamente para uma empresa de pesquisa, disse: "O mundo precisa saber!" E, de repente, inexplicavelmente ficou louca e tentou se matar... que trabalhava para uma empresa, cuja informação em dominio público é de que eles estão fazendo pesquisas sobre a combinação de ADN humano e alienígena. 

KC: Ok. Então... Agora, tenho que lhe dizer que ontem à noite, tivemos contato com um denunciante, e esta é apenas uma daquelas sincronicidades que se passa com o Projeto Camelot. Hoje estamos tendo essa entrevista com você, isso foi planejado com antecedência e na noite passada, inesperadamente, entramos em contato com um informante que trabalhou para os militares - na verdade, o Comando Espacial - e estavamos falando sobre o Golfo de Aden. 

Não recebi todas as informações, mesmo que tenhamos falado cerca de seis horas, e vamos liberar muito em breve essa entrevista. Ele estava falando de seres sintéticos, robôs sintéticos para todos os efeitos. 

O Projeto Camelot estava em contato com uma fonte secreta na noite passada que estava falando de seres sintéticos e, basicamente, acho, alguma forma de robô biológico, acho, que está sendo criada. E alguns que podem estar, também, vindo aqui, de outros mundos.

Então, estou imaginando se sim ou não, o Golfo de Aden está especificamente relacionado com uma possível invasão desses seres sintéticos. Existe alguma coisa, qualquer conexão que você tenha, a este respeito?

AM: Temos falado sobre isso, entre mim e algumas outras pessoas que estou em contato direto, que faziam parte de vários projectos sob o MK Ultra. Isso é algo que temos discutido.

Mas, não tínhamos certeza se realmente gostaríamos de ir a público com isso, ainda; porque, você sabe, o que já estou dizendo e o que as pessoas dirão, que vai invocar o medo. Mas, o medo pode construir a força e usar o medo... para dar a volta, para realmente descobrir o que está acontecendo.

KC: Ok. 

AM: É algo que temos falado, que realmente está sendo usado para trazer os seres sintéticos que foram feitos fora do planeta.

KC: Ok. 

AM: Estou apenas curioso. Tenho uma pergunta para você.

KC: Claro. 

AM: Vou trocar os papéis e fazer uma pergunta.

KC: [risos] 

AM: Seu contato de ontem à noite, quando ele estava falando sobre estes seres sintéticos que estão sendo criados no planeta.  Estou curioso se ele realmente se referia ao Programa Omega?

KC: Ok, ele não citou o nome desse programa. Ele simplesmente estava se referindo a ambos os aspectos.

AM: Ok. 

KC: Por outras palavras, aquele que é o que os militares - na China, bem como nos E.U.A. - têm criado esses seres e que há também... e foi realmente interessante e, obviamente, vamos estar liberando a entrevista em breve.

Mas ele estava falando sobre esses seres que foram criados, em associação com a "Atlântida", que foram, então, retirados do planeta para outro planeta e permitidos que se "desenvolvessem". Basicamente, eles se desenvolveram. No entanto,  são sintéticos; para todos os efeitos, eles não têm uma alma e estão agora, por alguma razão, retornando ao nosso planeta e eles estão, digamos, "infelizes".

Este é o relato da nossa testemunha, tal que se encaixa de uma maneira muito interessante. Agora, essa pessoa não foi capaz de dizer se eles já chegaram. Acho que indicava que eles não tinham chegado. Mas tenho que verificar isso na transcrição.

AM: A partir das informações que tenho sido capaz de reunir, minha intuição diz que eles estão chegando por causa da grande anomalia eletromagnética que aconteceu especificamente em 5 de janeiro deste ano, 2010.

KC: Ok. Você está falando sobre a espiral azul sobre a Noruega?

AM: Há especulações de que esta espiral azul... e outras espirais que apareceram ao longo da Noruega. Poderia estar relacionado com isso? Pode ser. Não tenho informação suficiente para dizer sim ou não. Não ficaria surpreso, porém, se de alguma forma, tivesse uma relação direta com ela. Não ficaria surpreso, mas não quero dizer absolutamente.

KC: Ok. 

AM: Vou permitir que as pessoas façam suas próprias pesquisas e vou continuar a fazer minha.  

É interessante o que acabou de mencionar sobre os seres sem alma, porque o projeto em que eu era uma parte principal, o projeto em que eu estava, na realidade, desde criança, estava sendo preparado para - e, novamente, vamos entrar nisso na próxima entrevista - o Projeto Seagate.

O Projeto Seagate foi um grande projeto em uma base subterrânea enorme e eles estavam trabalhando em muitos sub-projectos diferentes. O Projeto Seagate é quase como uma versão abaixo do MK Ultra.

O Projeto Seagate: um local que tinha muitos sub-projectos, desde o programa golfinho/Homem/Super Soldado a um Programa Omega, onde eles estavam fazendo seres sem alma para a visão remota e atual através do Seagate, sendo capazes de colocar as pessoas - e sim, estas eram pessoas reais - o astral delas, a energia delas, a alma delas, em um destes robôs para operações encobertas, tal que se o corpo morresse, eles seriam capazes de extrair a alma e colocá-la de volta ao próprio corpo.

Conheço pessoas que sei que passaram por isso e temos a prova absoluta de que isso acontece.  

KC: Então isso é um pouco como o Avatar, basicamente. Do que você está falando... 

AM: É disso que falo...

KC: ...o pessoal militar, que, basicamente, eles estão entrando e "habitando" esses seres robóticos.

AM: Sim. 

KC: Sim, isso é fascinante. 

AM: E também descobriram que era mais fácil ter este seres para viagens, para as operações, por meio do Seagate.

KC: Fora do planeta. 

AM: Fora do planeta. Meu papel específico, que não quero entrar nisso agora porque, você sabe, é muito complicado; mas, direi que o meu envolvimento com o Projeto Seagate era muito grande, muito em profundidade, e fui a alguns locais interessantes.

KC: Ok. Você acha que você fez parte disto, você sabe, ter a sua essência "em essência", entrando em um desses seres robóticos e viajando? Ou a sua experiência é diferente disso?

AM: Trabalhei com pessoas que fizeram isso...

KC: Ok. 

AM: ...mas por causa da minha formação específica... No que diz respeito às alterações que foram feitas no meu corpo, até mesmo enquanto era  criança pequena, algumas lembranças estão voltando, que nem mesmo meus pais têm nenhuma recordação. Era capaz de ser realocado fisicamente por causa do que foi feito comigo. E há uma outra pessoa que você está em contato que é capaz de fazer a mesma coisa, que, na verdade, era uma pessoa com quem trabalhei em estreita colaboração que estava lá.

KC: Ok. 

AM: E essa pessoa... quando chegar o momento, essa pessoa vai estar falando com você. Alguém com quem você já falou, estará falando do Projeto Seagate também.

KC: Ok. E você tem algumas capacidades únicas em termos de água. Existe um pensamento que se foi, não sei, seu ADN foi combinado com, por exemplo, um golfinho? Isso seria possível?

AM: Estou aprendendo coisas novas sobre mim mesmo quase todos os dias. Comigo, tudo é realmente possível, porque me foram dito algumas coisas por fontes confiáveis que fundiram a minha cabeça completamente. Na verdade, ainda estou tendo um momento difícil... Quero dizer, aceito. Sei que é verdade. Mas é muito difícil de lidar, porque, quero dizer, meu corpo passou por um verdadeiro inferno.

Tive algumas experimentações questionáveis que foram feitas comigo quando criança que absolutamente lembro. Bem, só vou dizer isto, a razão pela qual era...

Tudo começou comigo a partir do momento que fiz três anos. Tenho uma memória absoluta e fui capaz de obter confirmação da família, quando fui levado para uma instalação por um certo parente -  falarei sobre isso quando fizer a minha entrevista completa - com quem não tenho contato, não fui autorizado a ter contato.

Quando tinha três anos, fui jogado em uma piscina e eles me induziram afogamento. Lembro-me de estar deitado, então, sobre uma laje próxima a essa piscina, vomitando e tossindo água e vi estes homens em volta dizendo: Temos um.

Lembro-me de ouvir isso. Isso não é um sonho, isso não é uma fantasia, isso é absoluto. Ás vezes ainda acordo tendo pesadelos e memórias vivas sobre isso. 

Sempre fui capaz de prender a respiração por um longo tempo sem ficar sem fôlego. Sempre tive uma relação muito interessante com a água. Tenho várias pessoas que você conhece, que podem perfeitamente, e com toda a honestidade, dizer-lhe das vezes sem conta que  testemunharam as coisas que aconteceram comigo na água.

Foi me dito para não fazer qualquer tipo de imersão em água por causa de algo, que revelarei na próxima entrevista, que poderia acontecer.

KC: Ok. Assim, em vez de ir por esse caminho, uma vez que esta entrevista é sobre outro assunto...

AM: Sim. 

KC: ...vamos voltar para o Golfo de Aden e falar sobre o assunto de clandestinidade em termos do que específicamente, se alguma coisa, foi deixada de fora desta entrevista. Porque acho que poderíamos acabar aqui como está.

AM: Sim. 

KC: Não posso pensar em alguma área particular que não tenhamos coberto, mas então, talvez algo tenha ocorrido a você. Então, quero ter certeza que já cobrimos este assunto, que você passou a estória sobre o que você acha que está acontecendo sobre a aglomeração de militares lá. Quaisquer outros pensamentos aleatórios ou informações, partes de informações que você possa ter que seriam pertinentes para que o público esteja ciente?

AM: Não viagem para o Oriente Médio este ano. Não viagem para lá. Não vá lá, porque eles não se preocupam com os "danos colaterais". Eles provaram-no com o 9/11. Provaram isso com a bomba em Oklahoma.  Provaram-no em 25 de dezembro. E provaram -no em Fort Hood.

Não se importam. Você é um pedaço de bem dispensável à elite global, ao  MKUltra, aos governos de todo o mundo.

Tenho apenas, na verdade, um sentimento intenso profundo e escuro que haverá muitas mortes. Tenho visto morte. Tenho tido visões de alguns cenários realmente horríveis que poderiam definitivamente... ser possíveis. Não apenas no Oriente Médio, especificamente o Iémen, mas neste país.

Faça sua pesquisa. Tudo o que disse nesta entrevista e o que Kerry disse... por favor... Você sabe, o que estou dizendo é absoluto e também específico, o que era teoria, qual era a minha intuição e mesmo mencionei algumas fontes onde recolhi as informações.

Todo mundo que vê essa entrevista, o encorajo a fazer o mesmo. Não basta ter, apenas, a minha palavra - porque se você só tomar a minha palavra sobre isso, você está fazendo o mesmo que assistir à TV ou assistir a filmes e falando as palavras deles sobre isso.

Precisa fazer a pesquisa por si mesmo, porque isso vai permitir que abra sua mente e realmente lhe dará capacitação.

O maior presente dado à humanidade sempre foi o livre arbítrio e, contanto que você permita que o seu livre-arbítrio continue a existir, vai abrir-se para o que está ocorrendo.

Mais eventos clandestinos vão acontecer, com base na minha intuição e nas informações que recolhi. Algo maior está para acontecer nos Estados Unidos e tudo está sendo feito para invocar esta "guerra ao terror" no Iêmen, por causa do movimento em torno deste Seagate. Será que vai ser para ajudar na escolta desses seres de fora do planeta? Ou será que são os seres amigáveis que estão tentando fazer alguma coisa? 

Já estamos em uma guerra galática que está acontecendo agora. Acredite ou não, está acontecendo. Mas nessa guerra, há muitas batalhas diferentes ocorrendo e estamos à beira de uma nova batalha. Isso é definitivo, não tenho nenhuma dúvida sobre isso. Esta vai ser outra batalha da guerra galática. 

E o que as pessoas precisam entender é que este planeta é um prêmio de guerra. Sempre foi. Sempre houveram conflitos por este planeta e existem muitas razões que poderia citar, mas, Deus, você sabe, continuaria assim por diante. 

Existe alguma outra informação que posso pensar que as pessoas precisam saber? Não neste momento. Basta saber, especificamente, você vai achar que os principais países que possuem navios de guerra... E quero enfatizar: estes são os navios de guerra de todo mundo - do Reino Unido, da Rússia, da China, do Japão, da Alemanha, da OTAN, da ONU e, até do grupo de mercenários Xe, que são mais comumente conhecidos como Blackwater. Há empresas de investigação científica lá, agora mesmo, sob contrato multi-nacional fazendo uma intensa pesquisa sobre ADN alienígena/humano. 

Pergunte a si mesmo: Por quê? Pergunte-se porque houve uma médica que trabalhava para essa empresa, inexplicavelmente, disse: A Terra, os povos do mundo têm que ser notificados. É citado em um artigo que encontrei - e tentou o "suicídio", porque ela sabia de algo. Ela fazia parte de algo. Teve o próprio despertar dela e a informação que ela tinha, era tão grande, tão avassaladora, que tentou se matar. Mas será que ela realmente tentou se matar? Ou era uma mente controlada, você sabe, tentativa de se matar?

Três das pessoas com quem estava em contato, com quem trabalhava, com quem eu mesmo ajudava a orquestrar eventos clandestinos em 2008 e no início de 2009, desapareceram inexplicavelmente quando eles se tornaram mais auto-conscientes e perceberam que o que estavam fazendo era errado.

Tenho alguns e-mails de certos funcionários que me contataram e disseram que eles estavam sob prisão domiciliária em Twenty Nine Palms. Logo após isso - e preciso dizê-lo, porque mostra o nível de seriedade que isso é - a pessoa com quem estava em contato, o Capitão Scott Syner/Signer [o nome não estava claro] vou dizer o nome dele porque ele desapareceu. 

O lugar em que ele morava, que não era muito longe de onde estava vivendo... Fui até onde ele estava vivendo, porque tinha perdido a comunicação com ele. Ele me deu um documento que na verdade fala sobre a preparação... um documento que foi elaborado em, acredito que em 2000, sobre toda agenda que vai até 2015 - um documento que nunca devia deixar as mãos de certos funcionários. 


Tenho 22 páginas do documento que compartilhei com você, Kerry. Isto... estou ficando fora da trilha. Esta pessoa, Scott "Syner ou Signer", o capitão Scott "Syner ou Signer" que me deu essa informação, começou a perceber que as coisas estavam erradas e desapareceu. 

Fui aonde ele morava e falei com o gerente. Eles não tinham... Eles não me diriam. Ah, não temos Scott "Syner or Signer" morando aqui. O telefone dele foi desligado. As pessoas com quem estava em contato estavam desaparecendo à torto e à direito. 

Até eu fiquei sob grande vigilância, tive até um atentado contra a minha vida. Sim, isso aconteceu no ano passado, ocorreu em uma ocasião em que pensei primeiro que fosse um acidente até que consegui mais informações. Bem, não foi necessariamente um atentado contra a minha vida, mas foi o que eles fazem muito, o que estão fazendo com muita gente com quem estou em contato. Foi uma tática para assustar. Eles estão tentando me calar. 

Apenas tive a confirmação absoluta - e gostaria de enfatizá-lo, uma confirmação absoluta, porque é o que precisava antes de realmente dizer em definitivo... A conferência, que infelizmente está tendo tantas complicações, a Conferência Controle da Mente MK Ultra, recebi uma denúncia anônima e, em seguida, através dos meus contactos, dizendo que ia haver "um atentado" a minha vida, na conferência, porque sabem que estou me preparando para denunciar o projeto que é o projeto secreto mais bem guardado do mundo. Isto é o Projeto Seagate.

KC: Ok. Então, muito obrigado, Aaron McCollum, e suponho que este vídeo, você quer que saia como está?


AM: Sim. 

KC: Em outras palavras, podemos fazê-lo apenas em áudio, podemos conversar sobre a possibilidade de colocá-lo em apenas uma transcrição, uma transcrição escrita, se posteriormente você decidir fazê-lo. Mas, neste momento, é o seu sentimento de que isso vá para Internet, como está? 

AM: Se estou indo realmente dar... sair como uma testemunha credível... Acho que isso é como você os está realmente chamando agora, não denunciante, você está usando o termo testemunha
KC: Ambos. 

AM: Ok. Se vou ser um real... porque esta entrevista vai ser seguida com a entrevista completa de como cheguei a ser quem sou agora e minha história inteira, do treinamento que tive quando era criança. Estaremos difundindo algo bem amplo de que você e eu temos falado. Se vou ter credibilidade, se quiser que as pessoas realmente me vejam, elas precisam me ver como uma pessoa. Elas precisam saber.

E sim, você sabe, tenho as tatuagens e os brincos, mas há uma razão, que estarei explicando porque pareço o que pareço agora. Mas se vou ser uma pessoa legítima e real... e também porque há pessoas com quem estou em contato, a quem notifiquei que ia fazer isso e você e eu falamos sobre isso... ver a minha cara, para ver que sim, sou real, não sou um homem por trás da Cortina de Ferro, não sou alguma "fonte anônima" em uma garagem. Eles precisam ver isso como um todo. 
KC: Ok. 

AM: Eles precisam ver minha cara. Para mim, o contato de olho, vendo a pessoa, é muito, você sabe, dá muito mais poder. 
KC: Ok. 

AM: Você sabe, minha vida já foi ameaçada e tentativas foram feitas. Tenho cicatrizes de ferimentos de faca que quase me mataram. Mas, sendo quem sou, me falta a emoção do medo. Não tenho medo e preciso fazer isso. 

READ MORE

00000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000

KC: Ok. Muito obrigado. E também, como um aviso, quero dizer aqui que não é verdade que sua conexão com Camelot e, especificamente, com Duncan O'Finioan foi fundamental para você entrar em contato com algumas dessas coisas? 

AM: Sim. Quando um amigo meu me apresentou pela primeira vez o Projeto Camelot, estava muito interessado, porque estava começando a ter algumas lembranças de volta. E então, este meu amigo me mostrou a entrevista com Duncan O'Finioan e a Dave Corso e tive que achar forças para não cair em choro porque... algo... era algo que não conseguia me lembrar. 

Quando vi Duncan e vi Dave, havia algo dentro de mim que estava me alimentando e não conseguia descobrir o quê. Então, quando Duncan e Dave mencionaram St. Thomas nas Ilhas Virgens dos E.U.A, minha cabeça, literalmente, doeu. Era como se estivesse andando neste corredor e todas essas portas se abrissem.

E posso te dizer e vou dizer isto na minha entrevista, que Duncan e Dave têm lapsos de memória do que aconteceu em St. Thomas. Serei capaz de lhe dizer e falei com Duncan e Dave sobre isto, o que aconteceu.  

Sim, Duncan, Dave e eu, de fato, fizemos operações juntos. Confirmo isso. Sabemos disso e, ainda outro em breve-a-ser-denunciante, estava diretamente envolvido com o Projeto Seagate e comigo. 

Eu contatando a você, quer dizer que isto não é uma coincidência - não há tal coisa como uma coincidência. Essa era a maneira que era suposto ser. Devo um grande "obrigado" a você por me trazer para a conferência e foi realmente uma reunião entre Duncan, Dave, e o outro amigo, que prometi que não iria dizer o nome dessa pessoa. Deixarei isso para essa pessoa. 

KC: É. Queria ter a certeza de que demos uma espécie de "obrigado" ou um aceno de cabeça para Duncan O'Finioan e Dave Corso. 

AM: Sim, absolutamente. E você sabe, Dave e eu, nos vemos um ao outro o tempo todo. Tenho ido regularmente a casa dele. Duncan esteve muito ocupado, mas houve algumas vezes, após a conferência, que fui capaz de falar com ele e realmente vê-lo quando ele estava em Los Angeles filmando The Manchurian Candidate.  

E a propósito, quero passar que, [Kerry risos], se você ainda não viu o seriado que está intitulado como O Candidate de Manchurian, no episódio da Teoria da Conspiração com Jesse Ventura. Está na TruTV. Você pode encontrá-lo no YouTube - um absoluto deve. Foi tão bem feito. Fiquei tão impressionado com a forma como foi feito. 

Essa é a minha pequena ajuda nisso, apenas ajudar os meus amigos Dave e Duncan, que também estão trabalhando duro para a divulgação. 

KC: Ok. Muito obrigado. Hoje é dia 9 de janeiro de 2010.

AM: Sim, é. O aniversário de Dave Corso é hoje. 

KC: Lá vai você.

AM: Eu lhe enviei um cartão de aniversário.

KC: [risos] Ok, muito obrigado.

AM: Obrigado.



Clique aqui para a entrevista em vídeo 

TRANS + TRANS

Asking for Translators

Kindly translate these interviews in your native languages and sent them to

luisavasconcellos2012@gmail.com

They will be posted here and sent to Kerry Cassidy for being posted at Project Camelot website.

Many thanks in advance.


Asking for Transcribers


kerry@projectcamelot.tv> wrote:

Hi all,

We have lots of Camelot videos still needing transcripts. Anyone who wants to contribute a transcript is welcome.

http://projectcamelotportal.com/interviews/english-transcripts

Best wishes

Kerry

ascension